Olá Leitores da Boa Impressão 3D, tudo bem com vocês? O artigo de hoje vai propor uma combinação pouco provável no cotidiano da maioria das pessoas, mas que é muito importante para a integridade e inclusão de todos. O que educação, deficiência visual e impressão 3D têm em comum? A resposta é simples: um projeto lindo e incrível que usou impressora 3D para criar brinquedos para crianças cegas. Ficou interessado? Leia mais a seguir!

A importância da impressora 3D para criar brinquedos para crianças cegas

Primeiramente entenda que, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), cerca de 45 milhões de pessoas ao redor do mundo são cegas. Além disso, 135 milhões de pessoas sofrem problemas severos de visão. Impressionante, não é mesmo? O mais alarmante é que dentro dessa grande parcela da população existem muitas crianças que sofrem no processo de educação, socialização e até mesmo nos momentos de lazer, pois grande parte dos parques, brinquedos e conteúdos como desenhos, livros e quadrinhos não foram desenvolvidos para a inclusão deles.

No mercado até existem brinquedos e iniciativas voltadas para crianças com deficiências, seja física ou intelectual, contudo, na maioria dos casos, seus desenvolvedores pensam apenas na dificuldade da criança, fazendo com que o produto final não inclua, apenas “ocupe o tempo dela”.

Pensando nisso, Giulia Yosue, estudante de design gráfico e Vitor Akamine, estudante de engenharia mecatrônica desenvolveram um projeto com impressora 3D para criar brinquedos para crianças cegas que educam, incluem outras crianças sem deficiência e torna a vida desses pequenos seres especiais ainda mais divertida!

Como funciona esse projeto que usa impressora 3D para criar brinquedo para crianças cegas?

Os dois estudantes, usando uma impressora 3D, criaram um conjunto de blocos que usa iconografia e braile para estimular a criatividade e a integração de crianças cegas com crianças não cegas.

Como esses blocos funcionam? Cada peça possui um ícone, uma palavra escrita normalmente e em sua versão em braile. Basicamente, crianças cegas e não cegas usam os blocos para montar histórias com muita criatividade.

Por exemplo, o bloco princesa se junta com o bloco dragão e acontece um rapto. Após isso o bloco príncipe se junta com o bloco cavalo e bloco espada e salva a princesa. Simples, lúdico, integrador e muito divertido, fazendo com que a impressora 3D participe na inclusão e educação de crianças cegas com crianças não cegas. Incrível, né?

O mais legal é que os brinquedos foram testados em instituições especializadas e aprovados. E em breve os estudantes vão apresentar sua ideia no International Symposium on Academic Makers, situado no MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts).

Gostou dessa história? Alguns brasileiros como esses estudantes estão fazendo a diferença com impressora 3D, e você também pode fazer sua parte. Entre em contato conosco, conheça nossos equipamentos e crie soluções inovadoras como essa!

impressora3d-stella2

Comentários