Blog

Imprimindo com Nylon

Imprimindo com Nylon
|

A impressão 3D geralmente utiliza dois tipos de plástico, ABS e PLA. Ambos são largamente documentados  e amplamente distribuídos. Mas este post documenta o processo aventurístico de imprimir com Nylon, ou Poliamida, justamente por não haver uma boa documentação sobre o assunto.

Vaso em Nylon

Vaso impresso em Nylon

Atenção

Este material (tal como ABS/PLA) deve ser impresso em ambiente ventilado. Existem estudos que falam de uma possível toxidade do Nylon.

  • Estudo (link) que afirma que ABS/PLA pode ser tão nocivo quanto fumar;
  • Estudo (link) que testa a concentração de HCN em ABS, PLA e Nylon (resumo: é seguro)
  • Estudo (link) que afirma que Nylon libera HCN quando submetido à altas temperaturas (o que não é nosso caso);

Vantagens

Algumas vantagens observadas em imprimir em Nylon:

  • Flexibilidade;
  • Boa adesão entre camadas;
  • Custo;
  • Material muito forte;
  • Capacidade de ser tingido (ainda não testado);

Qual Nylon?

Estamos falando de Nylon de roçadeira (!?)
Sim, um material feito para cortar grama que estamos testando a fim de torná-lo um material de impressão :-D
Existe uma marca de Nylon próprio para impressão que se chama Taulman 618 ou 645, mas por não haver desafios, não o abordaremos.
Toda vez que for mencionado “Nylon” nesta série de posts se referirá ao Nylon de roçadeira. O Nylon próprio para impressão 3D será mencionado como “Taulman”.

Requisitos do Nylon

O Nylon precisa ser puro, ou seja 100% Poliamida. Existem marcas que adicionam fibra de vidro e sua composição, este não serve para nossos testes.
Precisa ser redondo. Existem marcas em que o filamento é quadrado ou em outras formas, este também não serve.
Diâmetro correto: Existe toda sorte de diâmetros mas como nossos hotends são geralmente 1.75 ou 3mm, tente se aproximar o máximo destes valores.
Para a Stella usamos 1.60mm.

Este post é o primeiro de outros que virão abordando maiores detalhes sobre o processo, com resultados.
Ao final será redigida uma página com o resumo das técnicas.

Este texto foi redigido com ajuda de informações discutidas neste post do grupo Boteco3D.

————–


Quer saber mais sobre o mundo da impressão 3D?

Receba em seu e-mail notícias, promoções e dicas

Entre na conversa sobre este post!

  • bert
    bert em 28/07/2015
    Olá. Realizaram mais testes com o Nylon? Vale a pena?
  • Thiago Peixoto
    tpeixoto em 06/08/2015
    Olá Bert! Sim, fizemos e vale muito a pena. A única coisa que não conseguimos resolver, foi as linhas (fiapos) quando se imprime dois ou mais objetos na mesa. Mas faremos mais posts, com maiores informações. Estamos num "recesso criativo" para estruturar a empresa. Quando voltarmos, faremos novas séries do Nylon, com certeza ;-) Obrigado pela visita!
  • hamilton
    hamilton em 27/06/2019
    nao encontrei mais estudos sobre esse nylon pode indicar a continua;cao

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Após ser enviado, o seu comentário será avaliado antes de ser publicado.

Leia também


Fique por dentro

Receba em seu e-mail notícias, promoções e dicas